Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Oeiras

Notas de um lisboeta, criado em Caxias, despachadas de Oeiras

De Oeiras

Notas de um lisboeta, criado em Caxias, despachadas de Oeiras

29.01.18

É o desafio da escrita


Tó Zé Rodrigues

Fernando-Pessoa-04-1.jpg

 

 

É o desafio da escrita

Que inspira quem sonha e sente

A contar história nova

Sendo antiga mas diferente.

 

Será diferente na forma

E também será no tempo

Imaginário e real

Unidos num só momento.

 

O momento da verdade

O instante de paixão

A paixão jamais esquecida

O partir do coração.

 

Será real a alegria?

Ou uma simples ilusão?

Será coisa já sentida?

Vão sabê-lo, atenção!

 

 

[texto da personagem Fernando Pessoa, cena de abertura da peça “ Sou Eu, A Cinderela... “ de Florbela de Oliveira ]

[autoria deste texto: Tó Zé Rodrigues; Janeiro de 2013]



 

17.08.12

Joaninhas


Tó Zé Rodrigues

 

 

                     Votos de Parabéns

 

Com votos de um lindo dia,

Arauto de primaveras,

Vivido em alegria

Com uns amigos deveras.

 

Bem queria dar-te ouro,

Mas nem só o ouro luz,

Também por mais que quisesse

Já não sei onde o pus.

 

Assim dou-te Joaninhas,

Com as pintas e a cor,

Que sejam lembranças minhas,

que tu guardes com amor.

 

Tony

 

 

 

 

 

 

 

03.07.07

Casa de José de Almeida, Médico


Tó Zé Rodrigues




Apresentamos, na fotografia acima, a imagem actual daquela que foi a casa de  José de Almeida, médico municipal, fundador do Sanatório Marítimo de Carcavelos, que se encontra situada na Rua Cândido dos Reis, tem actualmento o nº de porta 66. Aqui se encontra hoje sedeada a Santa Casa da Misericórdia de Oeiras. Na sua fachada ostenta a seguinte placa evocativa:



lembrando o facto de nela ter vivido aquela que foi uma grande personalidade do seu tempo, que prestou grandes serviços na área da saúde, da solidariedade e da benemerência.