Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Oeiras

Notas de um lisboeta, criado em Caxias, despachadas de Oeiras

De Oeiras

Notas de um lisboeta, criado em Caxias, despachadas de Oeiras

17.12.18

O amarelo e outras cores


Tó Zé Rodrigues

IMG_0119.JPG

 

 

 

 

 

 

 

 

O Amarelo é a cor da alegria

O Vermelho é a cor da revolta

O Verde é a cor da esperança

O Branco da paz que não volta

O Negro é a cor da ausência

O Negro é a cor da tristeza.

 

Há quem diga que a cor não existe

Que é apenas uma frequência

A dor essa sim ela existe

Ela está na nossa essência

Está na essência da vida

Na vida da consciência.

 

Mas é em nome da vida

Que levantam bandeira amarela

Bandeira amarela da alegria

Da alegria da ilusão

Com que se arrasta a ignorância

Feita grito da multidão.