Saltar para: Post [1], Pesquisa e Arquivos [2]

De Oeiras

Notas de um lisboeta, criado em Caxias, despachadas de Oeiras

De Oeiras

Notas de um lisboeta, criado em Caxias, despachadas de Oeiras

13.02.07

Violante do Céu


Tó Zé Rodrigues

Violante do Céu (Sóror) foi o nome religioso de Violante Montesino (1603-1692).

Nasceu em Lisboa. Professou no Convento de Nossa Senhora da Rosa,  Lisboa, convento feminino da Ordem de S.Domingos (1) .
 
Terá sido talvez a poetisa portuguesa mais celebrada do século XVII. Ao gosto do seu tempo, preferiu temas como o amor, o temor de Deus e da eternidade, e o sentimento da vaidade das coisas humanas. Cultivou uma poesia que foi considerada sábia, intelectualizante e rica de hábeis jogos.
 
As suas poesias foram reunidas nas seguintes publicações :
 
- ''Rimas'', Ruão, 1646, e
- ' Parnasso Lusitano de Divinos e Humanos Versos '', Lisboa, 1733 .
 

Referência biográfica baseada in Enciclopédia Luso-Brasileira de Cultura, vol.18º , Editorial Verbo, Lisboa, 1976, p.1258 (excepto identificação do convento onde professou).

(1) existe actualmente na Mouraria, Lisboa, o Palácio da Rosa, que segundo José Pedro Machado (Ensaios Literários e Linguísticos, Camões e a Mouraria, Círculo de Leitores,1998, p.344), deve o nome a este convento já desaparecido.


Justificação

Esta breve nota biográfica resultou da ida a uma biblioteca, depois de uma pesquisa mal sucedida na Internet (que, aliás, verifiquei posteriormente que tinha também sido mal conduzida), para obter mais algumas referências em relação à autora do poema que transcrevi noutro sitio e pode ler clicando aqui .

De qualquer forma  para mim a visita a uma biblioteca é sempre um prazer. Nessa deslocação à Biblioteca Municipal de Oeiras, em Oeiras, na tarde do passado Sábado tive a alegria de verificar que praticamente não havia cadeiras livres, e os lugares são muitos, quer na sala de leitura, quer na área de multimédia, ou mesmo no espaço amplo da entrada onde estão acessíveis revistas e jornais.

Nas consultas feitas mais tarde na Internet, encontrei afinal referências no Projecto Vercial e outras mais numerosas  do que inicial e precipitadamente imaginei.

Não encontrando consenso em relação aos anos de nascimento e morte (1603 ? -1692 ?) aceitei os indicados na Enciclopédia. As divergências que encontrei são num e noutro caso de um ou dois anos.