Saltar para: Posts [1], Pesquisa [2]

De Oeiras

Notas de um lisboeta, criado em Caxias, despachadas de Oeiras

De Oeiras

Notas de um lisboeta, criado em Caxias, despachadas de Oeiras

13.08.18

Musa


Tó Zé Rodrigues

 

 

IMG_20180310_095032.jpg

 

 

Ò musa tão confusa

Tu deixas-me perdido

Alma de semifusa

Fico tão confundido.

 

Tó Zé

[tzr 201808130340]

 

12.08.18

Do rio ao mar até á linha do horizonte...


Tó Zé Rodrigues

IMG_20180812_075947.jpg

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

                                       Há mulheres que trazem o mar nos olhos

                                                            Sophia de Mello Breyner Andresen

 

Há mulheres que trazem o mar nos olhos

Do rio ao mar até á linha do horizonte...

Da brisa na praia ao vento no alto do monte...

Do grão de areia á pedra com que se faz um jardim ou se constrói uma ponte...

 

Há mulheres que trazem o mar nos olhos...

 

Que eu não vejo, que eu não escuto, que estão eu não sei onde...

 

Que estão mais além.

 

(tzr 20180806)

11.08.18

A lágrima e o sorriso


Tó Zé Rodrigues

 

Foto0188.jpg

 

 

 

A lágrima e o sorriso

Contêm toda a magia

Da água que eu preciso

E da luz que eu já não via.

 

Dispara forte o coração

Como há muito não sentia

Fico imerso na emoção

Vendo a tua fotografia

 

Mas a canção do caminho

Com sol e dores bemóis

Tem o calor do teu carinho

O amor dos teus lençóis

 

[tzr 20090928 e 20180811]

29.05.18

"As Alunas das Doroteias" de Natália Correira. por Maria Aguiar


Tó Zé Rodrigues

 

Maria Aguiar diz o poema "As Alunas das Doroteias" de Natália Correira. Em Paço de Arcos, no Salão da Primavera (organização de "Associação A Voz de Paço de Arcos" e de "Paço de Artes Associação dos Artistas Plásticos de Paço de Arcos"), na sessão de poesia e contos promovida pelo "Clube de Poetas de Paço de Arcos", no dia 26-05-2018.

 

Tó Zé

29.05.18

Poemas de Fernando Pessoa, por José Lança-Coelho


Tó Zé Rodrigues

 

José Lança-Coelho apresenta dois semi-heterónimos de Fernando Pessoa, o Dr. Pancrácio e Joaquim Moura Costa, e diz três poemas, "Epigrama" (1905) do Dr. Pancrácio, e de Joaquim Moura Costa "A rainha Dona Amélia" e "Plagiário". 

 

Em Paço de Arcos, no Salão da Primavera (organização de "Associação A Voz de Paço de Arcos" e "Paço de Artes Associação dos Artistas Plásticos de Paço de Arcos", sessão de poesia e contos promovida pelo "Clube de Poetas de Paço de Arcos", no dia 26-05-2018.

 

Tó Zé

 

29.01.18

É o desafio da escrita


Tó Zé Rodrigues

Fernando-Pessoa-04-1.jpg

 

 

É o desafio da escrita

Que inspira quem sonha e sente

A contar história nova

Sendo antiga mas diferente.

 

Será diferente na forma

E também será no tempo

Imaginário e real

Unidos num só momento.

 

O momento da verdade

O instante de paixão

A paixão jamais esquecida

O partir do coração.

 

Será real a alegria?

Ou uma simples ilusão?

Será coisa já sentida?

Vão sabê-lo, atenção!

 

 

[texto da personagem Fernando Pessoa, cena de abertura da peça “ Sou Eu, A Cinderela... “ de Florbela de Oliveira ]

[autoria deste texto: Tó Zé Rodrigues; Janeiro de 2013]